AMANDA ABI KHALIL

FOTO PERFIL_Amanda Abi Khalil

Amanda Abi Khalil (libanesa) é uma curadora de arte independente situada em Beirute, que se concentra em projetos de curadoria em práticas de engajamento social e exposições que abordam de forma crítica os métodos de produção e exposição no ramo da arte nos dias atuais.  Fundadora da Temporary Art Platform, uma plataforma de curadoria que visa transferir o discurso artístico e curatorial para questões sociais e contextuais no Líbano por meio de residências, projetos de pesquisa e comissões de arte pública, Amanda Abi Khalil ministra palestras em curadoria e sociologia da arte na Academia Libanesa de Belas Artes (ALBA) e na Universidade de São José (USJ), em Beirute.

Suas últimas exposições abrangem When all seemingly stands still [Quando tudo parece parado], GreyNoise Dubai, Dust [Poeira] (curadoria em conjunto com Anna Ptak) no castelo CCA Ujazdowski em Varsóvia, Simple past Perfect futures [Passado simples, Futuros perfeitos], Centquatre Paris. Foi indicada ao prêmio Independent Vision Curatorial Award da ICI em 2016 e residente na fundação Delfina em 2018. 

Amanda Abi Khalil atualmente trabalha em um projeto de curadoria entre Líbano e Brasil em colaboração com Patrick Pessoa (bolsista situado no Rio de Janeiro, dramaturgo e crítico de arte). O projeto abrangerá uma exposição de arte contemporânea e trocas de residência entre artistas em torno do tema Hospitalidade, com especial foco nas práticas sociais. Este projeto foi inspirado na história da migração libanesa para o Brasil e na forte influência das diásporas árabes sobre as sociedades brasileiras contemporâneas. Esta residência de pesquisa em Inclusartiz com o artista libanês Ahmad Ghossein constitui uma iteração das situações entre convidado/anfitrião que serão proporcionadas pelo projeto. 

Mais informação sobre a curadora:

Amanda Abi Khalil participou de um projeto de intercâmbio de pesquisa promovido pelos institutos Goethe no Rio de Janeiro e em Beirute em 2017. Ela foi convidada por Patrick Pessoa, no Rio, (dramaturgo e crítico de teatro, professor de filosofia na UFF – Universidade Federal Fluminense) antes de se tornar sua anfitriã em Beirute, no mesmo ano. Esse primeiro intercâmbio cultural levou a uma pesquisa maior para a produção de uma exposição anterior de intercâmbios de residências de artistas no Líbano e no Brasil.

É na Fundação Delfina (Londres), em março de 2018, que a curadora desenvolve sua proposta, em que o formato da residência é inerente à metodologia da exposição. A residência foi considerada por ser uma situação de ”acolhimento” e desencadear a produção de conhecimento artístico e de curadoria. Por meio da Fundação Delfina, a curadora se encontrou com Frances Reynolds, que demonstrou interesse em apoiar o projeto por sua plataforma e residência no Rio de Janeiro. Convidou Abi Khalil e o artista libanês Ahmad Ghossein para um mês de residência no Instituto Inclusartiz, em junho de 2018.  

Essa residência será uma iteração da metodologia da exposição. Será dedicada à pesquisa para uma comissão futura do artista. Pontuada por uma série de programas públicos e intercâmbios com instituições e comunidades anfitriãs, essa imersão de um mês no Rio dará suporte à pesquisa, tanto da exposição quanto da comissão. 

O projeto e a exposição são inspirados nas narrativas históricas, sociais e culturais associadas à diáspora libanesa (e árabe) no Brasil e nas relações recíprocas que esses dois países vêm mantendo desde o final do século XIX. É amplamente  conhecido que há pelo menos três vezes mais descendentes de libaneses no Brasil do que no Líbano, e que o Brasil abriga a maior diáspora árabe (principalmente do Levante: Líbano, Síria e Palestina) no mundo. Desde a independência do Brasil, em 1822, aqueles que ingressaram no país não eram mais colonizadores, mas migrantes.


O Brasil poderia ser visto como um território utópico onde o sectarismo árabe se dissolveu. Uma terra de acolhimento, de braços abertos, conhecida por sua identidade e a política xenófilas históricas. Os “vistos humanitários” praticados no Brasil garantiram um novo lar para os pobres e vulneráveis durante séculos. Antes da crise econômica de 2015, políticos brasileiros alegavam que o país poderia resolver a crise global de refugiados.  Moldada em torno do tema da hospitalidade, vista do ângulo da migração histórica, do clima xenófobo contemporâneo (crise de refugiados) e da noção de deslocamento inerente ao mundo da arte global (a exposição e sua metodologia), a exposição será co-produzida e exibida no Brasil e no Líbano em 2019-2020.

Amanda Abi Khalil

Mais informações sobre a curadora:

Curadora de arte independente
Fundadora da Temporary Art Platform (Beirut)

Nascida em 1985, Beirute, Líbano

CAMPOS DE PESQUISA E INTERESSE

Arte Contemporânea – Práticas de arte com base em pesquisa – Política e Sociologia Cultural das Artes  – Espaço Público – Práticas em Museus  Arte Contextual – Gestão de Artes – Arte na e da região MENA – Políticas de alcance de público – Educação Artística – Práticas de Exibição (Mostras)

Indicada em 2016 pelo ICI (Independent Curators International) para o Prêmio Independent Vision Curatorial

MOSTRAS COMO CURADORA RESPONSÁVEL

2018 (Brasil – Líbano) – pesquisa contínua, mostra em preparação

2016 White Cube… Literally – Sobre a forma e a convenção da mostra/ Hassan Sharif, Saloua Raouda Choucair, Edouardo Abaroa, Wilfredo Prieto, John Carswell, Michael John Whelan, Haleh Radjaian, MentalKLINIK, Saba Innab, Omar Fakhoury, Raed Yassin, Mohamed Kazem, Jérémy Gobé, Alice Mulliez, Annabel Daou, José Bento, Montez Magno, Adel Abidin, Gilbert Hage, Christiana de Marchi, Arnaud Rivieren, Yann Sérandour, Evariste Richer,
Isabelle van den Eynde – Dubai

2015 Dust co-curadora com Anna Ptak / Nazgol Ansarinia, Caline Aoun, Mehraneh Atashi, Vartan Avakian, Naser Bakhshi, Charbel-joseph H. Boutros, Ali Cherri, Vikram Divecha, Negar Farajiani, Barbad Golshiri, Mikolaj Grospierre, Ali Kazim, Komuna//Warszawa, Mehreen Murtaza, Jurgen Ots, Monira Al Qadiri, Wojciech Pustola, Iza Tarasewicz, Centro de Arte Contemporânea
Castelo de Ujazdowski– Varsóvia

When all seemingly stands still / Angle Leccia, Sanne Vassen, Albrecht Pischel, Pauline Bastard, Kermelo Bermejo, LucFosther Diop, Michael John Whelan, Lantian Xie, Grey Noise – Dubai

Pipperoo, Pippera, Pipperum / Doa Aly, Adel Abidin, Maeve Brennan, Mirna Bamieh, Ahmad Ghossein, Randa Mirza, Paul Hage-Boutros, Badr el Hammami, Daniel Kotter, Meinblau – Berlim

Only In, Michael John Whelan, Galeria Vitrine – Londres

2014 Simple Past, Perfect futures / Lamia Joreige, Adel Abidin, Ali Cherri, Siska, Larissa Sansour, Estefanìa Pañafiel, Bill Balaskas, Le CENTQUATRE– Paris

2013 Intangible experiences, arrangements and manoeuvres / Charbel-joseph H.Boutros e Stéphanie Saadé, Grey Noise – Dubai

Echgi Memeh / Laure de Selys, Instituto Francês  – Beirute

Postponed Noon / Raed Yassin, Galeria Vitrine – Londres

We hesitated between arrangements, modulations and manoeuvres / Charbel-joseph H.Boutros, Caline Aoun and Stéphanie Saadé, Minus 5 – Beirute

POURQUOI-MOI / Emmanuelle Raynaut, Le ZINC – Marselha

2012 By Hook or By Crook co-curadora com o artista Edward Salem, The Hangar – Beirute

Waterfront / Hala Younes, The Hangar – Beirute

Mostra e leilão anual para levantar fundos / Walid Raad, Sophie Calle, Walid Sadek, Gilbert Hage, Amal Saadé, Ilaria Lupo, Hatem Imam, Raed Yassin, Karine Wehbé, Omar Fakhoury, Nathalie Harb, Estefania Penafiel Loaiza, Jeroen Kramer, Noël Nasr, Souheil Sleiman, Alfred Tarazi, Nada Sehnaoui, Houssam Bokeili, The Hangar – Beirute

2011 No Vacancy / Estefania Penãfiel Loaiza, The Hangar – Beirute

Monopolis, a house of cards / Souheil Sleiman, The Hangar – Beirute

A bus and its replicas / Houssam Bokeili, The Hangar – Beirute

CURADORIA EM OUTROS PROJETOS / ESPAÇO PÚBLICO / ARTE PÚBLICA / PROGRAMAS DE TRIAGEM

2018 Art at AUBMC / Plataforma de Arte Temporária, seis comissões específicas de localidade para obras de arte públicas permanentes para o Novo Centro Médico da Universidade Americana de Beirute (em andamento)
Tamara el Samerraei, Hatem Imam, Nadim Mechlaoui and Sharif Sehnaoui, Zeina Badran e Rayya Badran, Lara Tabet, Catherine Cattaruzza

‘’Chou Hayda’’ Mathaf Mathaf / colaboração com o Museu Nacional do Líbano e o BeMA em uma comissão de arte pela artista Annabel Daou e uma série de workshops como ponte entre o acervo antigo do museu e a arte contemporânea

2017 Dalieh Art Interventions / Plataforma de Arte Temporária, intervenções comissionadas específicas da localidade na estrutura da campanha civil pela proteção de Dalieh, sítio cultural único e natural na região costeira de Beirute, ameaçado por um projeto imobiliário
Nadim Mechlaoui, 200grs, Ieva Saudargaité, Omar Fakhoury, Raymond Gemayel, Ghassan Maasri, Mustapha Jundi

BeMA Jezzine Artists in Residency / residência e programa público de um mês enfocando o tema da água – Jezzine, Sul do Líbano

2016 Works on Paper / Oeuvres sur Papier / Fan bel tabe3. Intervenções de arte contemporânea comissionadas pela APEAL para quatro jornais diários do Líbano – Al Akhbar, As Safir, The Daily Star e L’Orient le Jour
Annabel Daou, Walid Sadek, Haig Aivazian, Gilbert Hage, Sirine Fattouh, Caline Aoun, Nada Sehnaoui, Omar Fakhoury, Ilaria Lupo, Danielle Genadry, Raafat Majzoub, Ahmad Ghossein

Ras Masqa Artists in Residence / residência e programa público de um mês enfocando o tema da educação artística  (Apeal)– Ras Masqa, Norte do Líbano

2015 Pipperoo, Pippera, Pipperum / Programa em vídeo, Alfilm-Berlim

2014 InVisible Public Art Commission / Vartan Avakian, Shaikha El Mazrou, Monira Al Qadiri, Vikram Divecha, Doa Aly, Cidade-Patrimônio de Shindagha – Dubai

Meziara Artists-in-Residence / Plataforma de Arte Temporária, residência de um mês com sete artistas internacionais em um ambiente receptivo ao contexto, acompanhado por um programa público – Meziara, Líbano

Eventos Paralelos, Mostra, Centro de Arte de Beirute – Beirute
Like a flower waiting to bloom, like a light bulb in a dark room / Programa de vídeo
Laure de Selys, Ali Cherri, Hatem Imam, Sawsen Al Sarraf, Bassem Mansour e Dana El Jouder, Kinda Hassan e Dalia Naous, Paul Hajje Boutros, Caline Aoun, Charbel-joseph
H.Boutros, Karine Wehbé

ART IS, Frente Popular para Liberação da Arte / Intervenção em espaço público
Emerging? Lamia Joreige, Amal Issa, Saleh Barakat, Roy Dib / Mesa Redonda

2013 A thousand tapes co-curadora com Raed Yassin, Mansion, Beirute / Programa de filmes em fitas VHS

2012 Uncovered, Basak Senova, The Hangar, Beirute / Residência e conversas

Dedans dehors, Lieux Fictifs, The Hangar, Beirute / Série de workshops e programa de vídeo

Newyesterday Mustafa Kapplan, Filiz Sizlani and Camille Louis, The Hangar, Beirute/ Performance

The Hangar Youth Council, The Hangar, Beirute / Série de workshops com jovens

2010 – 12 The Hangar, Beirute / Programa seminal de filmes

PALESTRANTE CONVIDADA

2017 Madrassa, Programa regional de residências, encontros e treinamentos em práticas de curadoria contemporâneas, Casablanca – Marrocos

2016 ‘’Roots and Routes: Challenges and Opportunities of Connectivity (Raízes e Rotas: Desafios e Oportunidades de Conectividade)”, Encontro internacional ResArtis, Teerã, Irã

2015 On ‘’Dust’’, Museu de Arte Contemporânea de Teerã, Irã

How to look at video…. Campus Art Dubai

Beirut 2020, palestra-performance, Kunsthall Stavanger – Noruega

Art practices in context of crisis (Práticas de arte em context de crise), Kunsthall Bergen – Noruega

Encontro internacional de residências (‘’Residencies as learning environments (Residências como ambientes de aprendizagem)’’), Frigoriferi Milanesi, Milão

2014 Young Curators Invitational, FIAC – Paris

Art practices beyond the contextual narrative in the Middle East: Forms, poetic images and other aesthetics (Práticas de arte além da narrative contextual no Oriente Médio: Formas, imagens poéticas e outras estéticas), Art Basel Salon – Basileia

Beirut 2020, palestra e performance, Centro de Artes Contemporâneas Castelo de Ujazdowski – Varsóvia

Contemporary practices and post-war narratives (Práticas contemporâneas e narrativas pós-guerra), Departamento de Curadoria de Colóquio Internacional, Universidade Saint-Joseph – Beirute

2013 Post-war art practices in Lebanon (Práticas de arte pós-guerra no Líbano), Haute Ecole d’Art   et de Design – Genebra

2012 Independent Art Spaces and Funding (Espaços de Arte e Captação de Recursos Independentes), Fondation Ricard – Paris

Art and Patronage (Arte e Patronato), MENASART Art Fair, Beirute

2011 The audience of Arts in Lebanon (Público de artes no Líbano), Centro de Exibições de Beirute – Beirute

Independent Space from the MENA region (Espaço Independente da região de MENA), Istanbul Biennial- Istambul

March Meeting (Encontro de Março), Sharjah Biennial – EAU

2009 Ficção em filmes de documentário em Je veux voir por Khalil Joreige e Joana Hadjithomas, EHESS – Paris

2008 Collective memory of the Lebanese war in video-art (Memória coletiva da Guerra no Líbano em vídeo arte) EHESS – Paris

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

2018 Curadora e consultora de Arte no AUBMC – Arte no ambiente de saúde – Beirute

Curadora de AiR – Arte Pública – Art Dubai

2015 – 2018 Consultora de programas de Alcance de público – Apeal, ‘Museu de Arte de Beirute – Beirute

2014 Curadora da Comissão de Arte Pública InVisible – Dubai

Programadora, Alfilm Festival – Berlim

2013 – 2017 Fundadora e diretora da Plataforma de Arte Temporária – Beirute

2013 Coordenadora artística, Nature Addicts Fund – Paris

2013 – 14 Consultora de Arte Pública – Djibouti Ville

2010 – 12 Diretora e curadora – The Hangar, Beirute

2010 Coordenadora do workshop Ópera na criação – Festival de Ópera Internacional de Aix-en-Provence, França

2008 – 2010 Coordenadora artística e curadora assistente, Le CENTQUATRE – Paris

2008 Coordenadora artística e gerente de produção, Comissão de Arte Pública, Stéphane Shankland, câmara municipal – Ivry-sur-Seine, França

2007 Assistente de programação, Festival de Vídeo Arte Paris-Berlim – Paris.

EXPERIÊNCIA COMO DOCENTE (Contínua desde 2011)

Professora meio período/ Curso: Arte Contemporânea (Art Now), Universidade Americana Beirute

Professora meio período / Cursos: O Mercador de Arte/ Curadoria e seus problemas / Arte Pública Academia Libanesa de do Departamento de Belas Artes, Beirute

Professora meio período / Curso: Curadoria e alcance de público, Universidade Saint-Joseph, Departamento de Curadoria, Beirute

MEMBRO DE JÚRI

Programa de residência Al Serkal, Dubai (Comitê de seleção 2016 – 2018)
Dubai Art Campus, Art Dubai, 2013
Exposure, Centro de Artes de Beirute, 2012
Art and Archive, Programa de intercâmbio Colônia-Beirute, Fundação Heinrich Böll, 2012

BIBLIOGRAFIA
(seleção)

Young Curators Invitational, close up on the French contemporary art scene, Cura.books,
2015 (publicação do FIAC, French Institute and Fondation Ricard)

Mémoire individuelle, mémoire collective et Histoire dans les pratiques artistiques contemporaines au Liban, Presses de L’Université Saint Joseph editado por Nayla Tamraz, 2015

L’archive dans les arts vivants, Performance, danse, théâtre, Presses Universitaires de Rennes editado por Isabelle Barberis, 2015

Art In Residence, publicação AIR No. 1 issue, Archiviazioni Bologna, Julho 2013

Gemüselager des Gestern, Der Freitag, 8 de setembro de 2011

Lebanese contemporary art and the civil war’s collective memory, Dissertação de mestrado, Nova Universidade de Sorbonne, Paris 3, 2007

BOLSAS/SUBVENÇÕES 

Instituto Goethe, Fundo Cimetta, Fundo Teatral Árabe Jovem, Pro Helvetia, British Council, Fundação Boghossian, French Institute, Embaixada da Turquia, Fundo Árabe de Artes e Cultura, Fundação Ford, Instituto de Arte da Dinamarca, Tamteen Grant.

EDUCAÇÃO

Mestrado, Práticas de Curadoria para Espaços Públicos, Panthéon Universidade Sorbonne, Paris 1

Mestrado, Sociologia e Antropologia, Ênfase: políticas culturais, Universidade Denis Diderot, Paris 7

Bacharelado, Medição de Arte e prática de curadoria, Universidade Sorbonne Nouvelle, Paris 3

RESIDÊNCIAS / PROGRAMAS

Formação de acervo como prática, residência de pesquisa em curadoria, Delfina Foundation, Londres Viagem de pesquisa em curadoria, Instituto Goethe, Rio de Janeiro
Jovens curadores convidados, FIAC, Paris
Fórum de Arte Global, Curadora Fellow, Art Dubai
Artistas em Laboratório de Residência, REDIRECIONAMENTO: LESTE, Centro de Artes Contemporâneas
Castelo de Ujazdowski, Varsóvia