Quem Somos

FRANCES REYNOLDS

foto-frances-reynolds

Frances Reynolds fundou a Reynolds Ventures Ltd. em 2007, uma empresa de serviço de consultoria exclusiva, focando em investimento no Brasil, Uruguai e Argentina.  Em sua carreira de trinta anos, Reynolds desempenhou funções em uma gama de empresas multinacionais e no setor de consultoria corporativa, notadamente como VP de Vendas da América Latina na Warner Brothers e como VP na Orion Pictures. Em 1992 ela criou a Mega Distribuidora de Filmes, no Brasil, uma distribuidora independente líder de direitos de televisão para o território brasileiro, incluindo a Buena Vista International (Disney).

A Sra. Reynolds é fundadora e Presidente da Fundación Arte Viva na Europa e Instituto Inclusartiz no Brasil, organizações sem fim lucrativos que promovem iniciativas culturais para levar arte, cultura e educação a todos os setores da sociedade. Os projetos mencionados abrangem programas educacionais para sistemas de escolas públicas e exibições de arte internacionais importantes.

Ex: Comissionado pelo Rei Juan Carlos da Espanha comemorando o 500º aniversário do Brasil “Splendor of Spain:  De Grego a Velazques’, assim como a arte contemporânea.   As iniciativas são adequadas para atender os objetivos dos setores privados e públicos.

Reynolds é membro do Conselho de consultoria sênior do Instituto-Escola de assuntos globais no Brasil, Kings College, em Londres, e membro do Instituto de Conselheiros-Administradores de Madri.

Possui BA History of Art pela London City University/ Open University, em Londres.

PREMIAÇÕES

Ordem de Mérito de cultura do Brasil do Presidente Fernando Henrique Cardoso
La Gran Cruz de Isabel la Catolica do Rei Juan Carlos da Espanha.
Prêmio de Excelência da Cultura, Comunidade de Madri

SUPORTE ÀS SEGUINTES INSTITUIÇÕES

Membro de conselho internacional, MoMA, Nova York
Patrona e membro do Comitê de aquisição na América Latina, Tate Modern, Londres
Patrona da Royal Academy of Arts, Londres
Patrona da Chisenhale Gallery, Londres
Membro do Conselho da Serpentine Gallery, Londres
Patrona da Whitechapel Gallery, Londres

Patrona do Gassworks, Londres
Patrona do Showroom, Londres

Conselho International do Museu Pompidou, Paris
Membro do conselho de Capacete, Rio de Janeiro
Membro do conselho da AAMAAC, São Paulo

Membro do conselho internacional da Bienal SP, São Paulo

Membro do conselho internacional do MASP, São Paulo

Conselho da ARCOMadrid, Espanha

 

SYLVIA MORGADO

foto-perfil-sylvia-m_crop

Sylvia Morgado é Gerente de Projeto das residências Artísticas do Intituto Inclusartiz/ Reynolds Ventures em Londres. É Mestre em “Writing: Imaginative Practice” (Literatura) pela University of East London e formada em Comunicação Social – Jornalismo pela UniverCidade, Rio de Janeiro.

Em Londres desde 2009, foi Diretora de Produção do Brazilian Film Festival e atuou em diversos projetos artísticos e culturais na cidade. Atualmente é voluntária do Film Club da Crisis Skylight – projeto social para moradores de rua.

No Rio de Janeiro, foi Sócio-Diretora da In Pauta Assessoria em Comunicação, aonde também era responsável pela elaboração e consultoria de projetos culturais para inserção nas leis de incentivos fiscais e editais. Fez parte da equipe no RioMarket – área de mercado – do Festival do Rio de Cinema e foi Diretora de Produção da Companhia de Teatro Atores de Laura, além de diversos espetáculos teatrais. Trabalhou em eventos como Fashion Rio, Jogos Pan e Parapan-Americanos do Rio e Festival Panorama de Dança.

Começou sua carreira jornalística no Jornal dos Sports (RJ) e em seguida passou pelas redações do diário Lance! (RJ) e do Jornal da Tarde (SP), do Grupo O Estado SP, onde editava a coluna “Gente de Esporte”. Em seguida, ingressou na Edelman Public Relations (SP) como Executiva de Contas, aonde era responsavel por relacionamento com a imprensa e treinamento de porta-voz e atendeu a clientes como Grupo Pão de Açúcar (área institucional), Sadia, Air France e MasterCard, entre outros.

LUIZA TEIXEIRA DE FREITAS

foto-ana-luiza

Luiza Teixeira de Freitas vive em Lisboa e é curadora independente envolvida em diversos projetos. As suas exposições recentes incluem: “O que eu sou” (MAAT, Lisboa, 2017); “El que camina al lado” (Travesia Cuatro, Madrid, 2016 e Guadalajara, 2016); “SEM SABER QUANDO VIRÁ O AMANHECER…” (Silvia Cintra + BOX4, Rio de Janeiro, 2016); ‘An Infinite Conversation’ (Museu Berardo, Lisboa, 2014); ‘Apestraction’ de Damián Ortega (Freud Museum, Londres, 2013); ‘In Lines and Realignments’ (Simon Lee Gallery, Londres, 2013); ‘The Exact Weight of Lightness’ (Travesia Cuatro, Madrid, 2012); ‘Like Tears in Rain’ (Palácio das Artes, Porto, 2010); ‘The Moon is an Arrant Thief’ (David Roberts Art Foundation, Londres, 2010). Luiza está ativamente envolvida com livros de artistas e projetos de publicações independentes, assim como com curadoria de diversas coleções privadas.

Foi coordenadora de desenvolvimento e patronos para a Chisenhale Gallery, Londres (2011-13); trabalhou em projetos especiais para Alexander and Bonin, Nova Iorque (2006-12) e kurimanzutto, México (2008-12); foi curadora assistente da Bienal de Marrakech, “Works and Places” (2009) e colaborou na Tate Modern, Londres nas exposições de Cildo Meireles e Cy Twombly (2008). Faz parte do Conselho Administrativo da Chisenhale Gallery em Londres, e é consultora estratégica da Delfina Foundation também em Londres.