#

Centro Cultural Inclusartiz promove programação especial na primeira quinzena de maio

Encerramento da residência artística do ítalo-brasileiro Lucio Salvatore, lançamento de livro da artista Katia Maciel e roda de conversa com a editora do Conselho da Biblioteca do MoMA (NY), May Castleberry, integram a programação da instituição

O Centro Cultural Inclusartiz, localizado na Zona Portuário do Rio de Janeiro, preparou uma programação especial e gratuita para esta primeira quinzena de maio. As atividades começam já no dia 4, uma quinta-feira, com a abertura de BURITI, coletânea de experimentações artísticas inéditas do artista ítalo-brasileiro Lucio Salvatore, que marca o encerramento de seu período de residência no ateliê coletivo da instituição.

Ao longo de quatro meses, Salvatore produziu no espaço as bases conceituais para a nova montagem da exposição Fluxo Gênico, individual inaugurada em 2022 no Museu do Meio Ambiente do Jardim Botânico do Rio de Janeiro e que, este ano, com o apoio institucional do Instituto Inclusartiz, irá viajar para a Europa levando fragmentos da história da biodiversidade do Brasil. Desenvolvidas sob a orientação da equipe de curadoria do Inclusartiz, as pesquisas apresentadas em BURITI, que irão ocupar o segundo pavimento do centro cultural até 28 de maio, figuram árvores, frutos e sementes, delineando a riqueza da flora brasileira.

Exposição “BURITI”, de Lucio Salvatore, será aberta ao público no dia 4 de maio / Foto: divulgação

Já no sábado, dia 6, acontece o lançamento do livro Coleção de EUs, da artista Katia Maciel. O evento contará com uma performance de leitura expandida que reunirá a autora e mais sete poetas – André Capilé, Consuelo Lins, Danielle Magalhães, Leonardo Marona, Rita Isadora Pessoa, Rodrigo Moretti e Valeska Torres – na leitura da publicação a partir de uma partitura que estende as vozes e suas relações para os gestos circulares de corpos vestidos por faixas impressas com as vogais E e U. Em seguida, será realizada uma conversa entre Katia Maciel e o poeta Paulo Henriques Britto, um dos mais importantes nomes da poesia brasileira contemporânea, mediada pelo Curador-chefe do Inclusartiz, Victor Gorgulho. A atividade será finalizada com um sarau de poesia com diversos poetas convidados na Praça da Harmonia.

O livro “Coleção de EUs”, de Katia Maciel, será lançado no dia 6 de maio com performance de leitura expandida / Foto: divulgação

No dia 9, uma terça-feira, acontece a roda de conversa Dentro da Valise: um olhar sobre o livro de artista. Partindo do projeto The Valise, publicação coletiva em formato de valise que reúne trabalhos de sete artistas sul-americanos – Christian Vinck Henriquez, Johanna Calle, Maria Laet, Mateo López, Matías Duville, Nicolás Paris e Rosângela Rennó –, a editora do Conselho da Biblioteca do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA), May Castleberry, convida as brasileiras Rosângela Rennó e Maria Laet para manusearem e comentarem a edição, lançada em 2017 com o apoio do Instituto Inclusartiz, e a pensarem a própria condição do livro de artista.

Reunindo impressões originais, mapas, livros de artista, envelopes de correio aéreo, origamis, pôsteres, gravação de som e uma escultura, The Valise, editado por Castleberry, é uma provocação em que os artistas produziram obras em resposta ao romance Un episodio em la vida del pintor viajero (2000), do escritor argentino César Aira, que propõe uma ficção em torno de uma viagem realizada pelo pintor alemão Johann Moritz Rugendas em 1837. A conversa, que será mediada pelo curador e crítico de arte Paulo Herkenhoff, irá abordar como o corpo impresso funciona como suporte único para o desdobramento de poéticas que fazem uso não apenas de suas qualidades materiais, mas também da sua condição de veiculação e distribuição.

May Castleberry, Rosângela Rennó e Maria Laet conversam sobre a publicação “The Valise” (2017), no dia 9 de maio / Foto: divulgação MoMA

Além das atividades, o público poderá visitar também as exposições integrantes do projeto Interseções – diálogos entre a arte contemporânea e a literatura: A abertura dos olhos, de Dalton Paula, e Pai Contra Mãe, de Márcia Falcão. A iniciativa apresenta em sua primeira edição mostras individuais de dois artistas visuais cujas produções dialogam não apenas com o campo literário, como também possuem inúmeros pontos de interseção e conexão entre si.

Exposições do projeto “Interseções – diálogos entre a arte contemporânea e a literatura” seguem em cartaz até 28 de maio / Foto: Beatriz Gimenes

SERVIÇO

Abertura de BURITI, de Lucio Salvatore
Quinta-feira, 4 de maio, das 16h às 20h
Visitação semanal: terça-feira a domingo, das 11h às 18h, até 28 de maio

Lançamento do livro Coleção de EUs, de Katia Maciel
Sábado, 6 de maio
17h -Lançamento do livro com performance de leitura expandida seguida de conversa com Paulo Henriques Britto.
18h30 – Leitura de poetas convidados na Praça da Harmonia

Roda de conversa Dentro da Valise: um olhar sobre o livro de artista
Com May Castleberry, Rosângela Rennó e Maria Laet
Mediação: Paulo Herkenhoff
Terça-feira, 9 de maio, das 18h às 20h

Projeto Interseções – diálogos entre a arte contemporânea e a literatura
Visitação: terça-feira a domingo, das 11h às 18h, até 28 de maio

Centro Cultural Inclusartiz — Rua Sacadura Cabral, 333, Gamboa.
Entrada gratuita